CHINA PROÍBE O CONSUMO DE ANIMAIS SILVESTRES

A medida é provisória, mas promete entrar em vigor ainda este ano.

Após o surto do Coronavírus que se espalhou pelo mundo numa rapidez absurda, a China reconheceu que era preciso proibir a prática de consumo e comercialização de animais silvestres. Ainda não se sabe qual animal transmitiu a doença, na lista estão o pangolim (imagem acima), a cobra e o morcego, porém, a proibição da venda, consumo e criação de animais silvestres é de suma importância para evitar uma nova propagação de doença, visto que já houve outra ocorrência, em 2003, com a SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave).


A proibição não vai ser fácil, uma vez que esta prática possui um histórico cultural muito forte na China, mas o governo chinê