CHINA PROÍBE O CONSUMO DE ANIMAIS SILVESTRES

A medida é provisória, mas promete entrar em vigor ainda este ano.

Após o surto do Coronavírus que se espalhou pelo mundo numa rapidez absurda, a China reconheceu que era preciso proibir a prática de consumo e comercialização de animais silvestres. Ainda não se sabe qual animal transmitiu a doença, na lista estão o pangolim (imagem acima), a cobra e o morcego, porém, a proibição da venda, consumo e criação de animais silvestres é de suma importância para evitar uma nova propagação de doença, visto que já houve outra ocorrência, em 2003, com a SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave).


A proibição não vai ser fácil, uma vez que esta prática possui um histórico cultural muito forte na China, mas o governo chinês precisa ser firme e responsável, aplicando medidas de conscientização da população e educação ambiental. Além disso, o país precisa pensar em soluções para a economia e produção de alimentos, visto que a prática de animais silvestres é uma das principais responsáveis pela movimentação econômica da China.


Escrito por: Fernanda Borges (currículo Lattes).

3 visualizações

©2020 by Guará Consultoria. Proudly created with Wix.com  Todos os direitos reservados

Guará Consultoria

CNPJ: 32.544.171/0001-78

Endereço: Rua João Flores, 230, São Jorge, Uberlândia/MG, CEP: 38410-473

Data estimada de entrega de produtos: de 3 a 11 dias úteis